Barómetro: Opinião no Facebook entre 27 de Abril e 3 de Maio de 2020

Top10 artigos de opinião no Facebook

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio 2020

Por Nuno Palma e Gustavo Cardoso

 

O assunto da semana poderia ter sido a discussão artificial opondo o 1º de Maio ao 13 de Maio, mas não foi. O artigo “Outra Pandemia” sobre o machismo em Portugal liderou o Top de artigos com mais interações no Facebook. A estudante Beatriz Forjaz conseguiu retirar do lugar cimeiro João Miguel Tavares, ambos escrevendo no Jornal Público. Outros pesos pesados da opinião como Fernanda Câncio e Daniel Oliveira ficaram atrás de novas vozes como a do médico Gustavo Carona. Tematicamente, a outra pandemia, a do Covid19, continuou a liderar os temas mas agora mais na relação com a economia e o desconfinamento (incluindo a CGTP). O pódio dos meios continua a ser dominado pelo Público (com mais interações do que os outros dois somadas), Observador e Expresso. Daniel Oliveira continua a liderar no Facebook, de forma distanciada, com mais de 80 mil interações para o segundo lugar ocupado por Pedro Caetano (Fármaco-epidemiologista) e Henrique Raposo (Jornalismo).

 

Artigos com mais interacções no Facebook

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 1: Artigos de opinião com mais interacções no Facebook no período entre 27 de Abril a 3 de Maio 2020

 

Analisando a figura 1 percebemos que, numa semana dominada por assuntos relacionados com a actual pandemia, o artigo de Beatriz Forjaz sobre machismo foi o que mais interacções gerou no Facebook. As comemorações do 1ª de Maio por João Miguel Tavares e ainda o 25 de Abril por Daniel Oliveira mantêm aceso o debate em torno das celebrações em tempo de confinamento. Na semana que antecedeu o fim do estado de emergência, o debate em torno da reabertura de alguns sectores de actividade e de um possível regresso à normalidade é o assunto mais abordado, sendo o foco de quatro dos dez artigos com mais interacções. A possível adesão ao layoff por parte da igreja católica, um agradecimento ao esforço dos professores e a concentração das rotas da TAP em Lisboa foram os restantes temas em destaque no Facebook.

 

Conceitos mais frequentemente referidos

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 2 conceitos mais frequentes, extraídos através do processamento de linguagem natural com recurso à IBM Watson NLU API, dos artigos de opinião publicados no período de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020.

 

Conceitos com mais Interações

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 3: conceitos com mais interacções, extraídos através do processamento de linguagem natural com recurso à IBM Watson NLU API, dos artigos de opinião publicados no período de 27 de Abril a 3 de Maio 2020, ordenados tendo em conta o número de interacções geradas no Facebook.

 

Nas figuras 2 e 3 é possível observar que, em vésperas da retoma de vários sectores de actividade, o difícil equilíbrio entre a economia e o vírus parece estar espelhado nos conceitos mais abordados e que mais interacções geraram no Facebook

 

Entidades mais frequentemente referidas

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 4: entidades mais frequentes extraídas, através do processamento de linguagem natural com recurso à IBM Watson NLU API, dos artigos de opinião publicados no período de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020.

 

Entidades com mais Interações

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 5: entidades extraídas, através do processamento de linguagem natural com recurso à IBM Watson NLU API, dos artigos de opinião publicados no período de 27 de Abril a 3 de Maio 2020, ordenados tendo em conta o número de interacções geradas no Facebook.

 

Analisando as figuras 4 e 5 é possível perceber que, embora a Covid-19 apareça destacada enquanto entidade mais referida nos artigos de opinião recolhidos, foi a CGTP, a propósito das comemorações do 1ª de Maio, a entidade que mais interacções gerou no Facebook.

 

Órgão de Origem da Opinião

Semana de 27 de Abril a 3 de Maio de 2020

Figura 6: Total de artigos de opinião, autores e interações no Facebook no período de 27 de Abril a 3 de Maio 2020.

 

A figura 6 permite-nos realizar uma análise sobre os artigos de opinião quanto à predominância das origens dos mesmos nos vários media analisados. Nesta análise, o jornal Público aparece destacado em todos os critérios de análise: número de artigos, número de autores e interações. 

 

[hr]

Resultados Acumulados

Autores com mais interacções no Facebook

Acumulado entre 1 de Dezembro 2019 a 3 de Maio 2020*

Figura 7: Autores cujos artigos publicados contabilizaram mais interacções no Facebook no período entre 1 de Dezembro de 2019 e 3 de Maio 2020.

 

Artigos com mais interacções no Facebook

Acumulado entre 1 de Dezembro 2019 a 3 de Maio 2020*

Figura 8: Artigos de opinião com mais interacções no Facebook no período entre 1 de Dezembro 2019 e 3 de Maio 2020

 

Quadro Resumo: Meio de comunicação e Opinião

Acumulado entre 1 de Dezembro 2019 a 3 de Maio 2020*

Figura 9: Total de artigos de opinião, autores e interações no Facebook no período entre 1 de Dezembro 2019 e 3 de Maio 2020.

 

* Artigos do Jornal de Notícias contabilizados apenas a partir de 1 de Março

 

[hr]

Nota metodológica

Esta análise tem como objetivo medir o alcance no Facebook de autores e artigos de opinião publicados nos websites de oito dos principais orgãos de comunicação social portugueses. Os dados utilizados nesta análise foram recolhidos através da extração automatizada dos artigos das secções de opinião dos websites dos media analisados (Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso, Jornal de Notícias, Observador, Público, Sic Notícias e TVI 24) durante a semana de 27 de Abril a 3 de Maio, tendo por base uma amostra de 510 artigos. São ainda apresentados resultados referentes a um período mais alargado tendo por base 8,316 artigos publicados entre 1 de Dezembro de 2019 e 3 de Maio de 2020. As interações de cada artigo no Facebook foram recolhidas através da Facebook Graph API que permite obter as métricas das interações de um determinado URL em toda a plataforma. A análise do conteúdo para extração dos principais conceitos e entidades presentes nos artigos recolhidos foi realizada com recurso à integração da API Natural Language Understanding disponibilizada pelo serviço de inteligência artificial da IBM.

O Barómetro de artigos de opinião no Facebook é desenvolvido no MediaLab Cies_Iscte. É coordenado e codificado por Gustavo Cardoso e Nuno Palma.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *