Sentimento político nas redes sociais: 1 a 7 de Maio de 2020

Destaques da semana

António Costa é o grande vencedor do sentimento político nas redes sociais esta semana. A forma como respondeu a André Ventura a propósito da polémica com Ricardo Quaresma e o ‘empurrão’ internacional do primeiro-ministro indiano Narendra Modi são as explicações para isso. Rui Rio continua com um saldo positivo graças aos elogios vindos de Espanha e Marcelo Rebelo de Sousa volta a ter um saldo negativo, apesar dos telefonemas de Donald Trump e de Xi Jinping.

 

Marcelo Rebelo de Sousa (N=697) apresenta esta semana um saldo de opiniões negativo (3% de sentimentos favoráveis nas redes sociais contra 19% desfavoráveis). O facto de ter estado associado à polémica do ajuntamento de pessoas no 1º de Maio e notícias de que o seu irmão terá beneficiado, em tempos, de contratos com o Estado, foram os dois assuntos que mais o prejudicaram. Os telefonemas de Trump e de Xi Jinping tiveram alguns reflexos positivos, mas foram sobretudo neutros quanto ao sentimento.

António Costa (N=13.480) tem esta semana um saldo amplamente positivo entre os sentimentos favoráveis (82%) e desfavoráveis (14%) nas redes sociais. As respostas a André Ventura no parlamento, a propósito da polémica com Ricardo Quaresma, caíram muito bem nas redes sociais, inclusive junto de pessoas de outras linhas políticas. As conversas com Narendra Modi, primeiro-ministro indiano, também tiveram ecos positivo internacionais. Do lado das críticas, a situação na Alameda e a “vergonha” das touradas foram os temas que mais se destacaram nas redes sociais.

Rui Rio (N=3.619) mantém esta semana um saldo positivo, mas menos amplo do que na semana passada (56% de sentimentos favoráveis nas redes sociais contra 35% desfavoráveis). Continua a receber elogios vindos de Espanha por causa da sua “oposição responsável” e por ter exigido a solidariedade dos bancos para com o país em crise. No reverso da medalha, recebe também muitas críticas vindas da direita por ser visto como uma “muleta” do governo socialista.

Nota metodológica

Este barómetro monitoriza, agrega e contabiliza todos os posts publicados entre os dias 1 e 7 de Maio de 2020 nas redes sociais sobre o Presidente da República, o Primeiro Ministro e o líder da oposição. Para esta monitorização é utilizada uma query que pesquisa todos os conteúdos de texto que referem os nomes de Marcelo Rebelo de Sousa (N=697), António Costa (N=13.480) e Rui Rio N=3.619), nas redes Twitter, Facebook (páginas do 20 principais meios de comunicação social generalistas em Portugal) Reddit, fóruns e blogues. Do universo de posts recolhidos, uma amostra é posteriormente treinada por pesquisadores para determinar o seu sentimento predominante, em três categorias: Favorável, Neutro e Desfavorável (para com o político em causa). De seguida um algoritmo de análise de sentimento, aplica o resultado desse treino e categorização ao universo de posts recolhidos. Tanto a recolha de dados como o seu treino e processamento é realizado usando a plataforma Forsight Brandwatch (ex-Crimson Hexagon).

A descrição detalhada desta metodologia está aqui. E as perguntas mais frequentes são respondidas aqui.

O Barómetro de Sentimento Político é desenvolvido no MediaLab Cies_Iscte. É coordenado por Gustavo Cardoso e a codificação é realizada por José Moreno e Ângela Rijo.