Barómetro: as ‘histórias’ noticiosas de agosto de 2021

Por Décio Telo, Ana Pinto Martinho e Livino Neto

A vacinação foi o tema dominante nas notícias sobre Covid-19. A retirada norte-americana do Afeganistão quase superou a pandemia no que diz respeito à cobertura jornalística em agosto e, finalmente, uma boa notícia destacou-se pela sua ausência: os ‘incêndios florestais’ mantiveram-se fora dos principais destaques noticiosos.

Este relatório está disponível em PDF.

Jovens aguardam para serem vacinados em Cascais, 9/8/2021 (ANTÓNIO COTRIM/LUSA)
Jovens aguardam para serem vacinados em Cascais, 9/8/2021 (ANTÓNIO COTRIM/LUSA)
Evacuação no aeroporto de Cabul, 23/8/2021 (Sgt. SAMUEL RUIZ/EPA/LUSA)
Evacuação no aeroporto de Cabul, 23/8/2021 (Sgt. SAMUEL RUIZ/EPA/LUSA)
Benfica em ação frente ao PSV Eindhoven no Estádio da Luz em Lisboa, 9/7/2021 (MÁRIO CRUZ/LUSA)
Benfica em ação frente ao PSV Eindhoven no Estádio da Luz em Lisboa, 9/7/2021 (MÁRIO CRUZ/LUSA)

A pandemia volta a mostrar sinais de redução do seu valor-notícia

Em agosto, a pandemia provocada pelo vírus SARS-CoV-2 gerou, em média, 122 artigos por dia nos sites de notícias generalistas, menos 9 do que em julho. Mantém-se a tendência de descida na variação mensal face ao mês anterior.

Afeganistão foi o tema ‘quente’ no mês de agosto

As imagens dramáticas, durante a evacuação de cidadãos estrangeiros e pessoal de embaixadas no Afeganistão, representaram o culminar da decisão norte-americana de retirada das suas tropas do país, que teve início a 5 de julho com o abandono da base militar de Bagram. No entanto, foi a partir de 16 de agosto que o tema atingiu um pico de atenção massiva nos sites noticiosos em Portugal.

Em comparação, os artigos que referem a palavra “covid” apresentam maior dispersão e menos ‘picos’ de intensidade na cobertura jornalística, conforme ilustrado na visualização abaixo.

Mapa de intensidade (heatmap) dos artigos com referência ao termo “Afeganistão” em agosto. Fonte: Priberam (dados recolhidos em 9/9/2021)
Mapa de intensidade (heatmap) dos artigos com referência ao termo “Afeganistão” em agosto. Fonte: Priberam (dados recolhidos em 9/9/2021)
Mapa de intensidade dos artigos com referência ao termo “covid” em agosto. Fonte: Priberam (dados recolhidos em 9/9/2021)
Mapa de intensidade dos artigos com referência ao termo “covid” em agosto. Fonte: Priberam (dados recolhidos em 9/9/2021)

Desporto quase que se resume a futebol nos sites de informação generalista

O desporto voltou a ser tema relevante nos sites de informação generalista, apesar da redução significativa da cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Se, nos primeiros 8 dias de competição, os dados apontavam para uma média de 30 artigos por dia sobre a competição, no mês de agosto essa média baixou para 14.

Em contrapartida, o futebol esteve associado, em média, a 52 artigos/dia. Mais 24 artigos por dia do que em julho. Em grande parte, este recentrar da atenção deve-se ao regresso das competições, com destaque para a participação do Sport Lisboa e Benfica na fase de play-off da Liga dos Campeões da UEFA e para as transferências de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Clusters de notícias com maior destaque online

O quadro acima permite visualizar a proporção de cada agrupamento de notícias (cluster) no conjunto dos 44 clusters que mais se destacaram em agosto de 2021. Estes, resultam de um trabalho de análise e reagrupamento semântico realizado num conjunto mais alargado, de 50 clusters, identificados pelo algoritmo da plataforma Priberam. Esta operação de reagrupamento é realizada com recurso a metodologias de análise de conteúdo. Deste trabalho resulta que a quantidade final de clusters no relatório final é sempre igual ou inferior ao ‘top 50’ gerado pelo algoritmo.

Apesar da elevada precisão dos clusters classificados automaticamente pelo algoritmo (cf. Miranda et al, 2018), alguns deles podem apresentar características polissémicas, por diversos motivos, tornando difícil a tomada de decisão final quanto à inclusão num determinado cluster, pelo que a opção metodológica que nos parece mais adequada é considerar, apenas, os clusters que demonstram homogeneidade do ponto de vista do assunto identificado, acontecimento ou ‘história’ relatada.

Poderá consultar a secção de metodologia para mais detalhes sobre como o barómetro é construído.

A narrativa da pandemia nas notícias

A análise identificou, em junho, 9 tópicos relacionados com a pandemia, o valor mais baixo até à data. Esta concentração temática traduziu-se, ainda, numa atenção muito focada no processo de vacinação.

Os dados disponíveis parecem apontar para a redução sistemática da atenção jornalística. A hipótese de uma terceira dose manteve-se muito presente nas notícias sobre a pandemia, mas a situação epidemiológica, maioritariamente em Portugal, voltou a ser o cluster que reuniu o maior número de artigos.

No que respeita a vacinação, manteve-se uma dupla abordagem, do ponto de vista narrativo. Por um lado, a situação da vacinação entre as camadas mais jovens da população portuguesa gerou muitos artigos orientados para informação factual, sobre regras e processo. Por outro lado, o reforço da vacinação através da administração de uma terceira dose colocou em evidência o papel da validação científica como argumento para a tomada de decisão em Portugal, ou para a escolha do público-alvo num cenário de reforço da vacinação.

Descrição da amostra

No mês de agosto foram considerados 13.028 artigos, de 16 fontes de informação jornalística[1] para a realização deste relatório, selecionadas a partir de um universo de mais de 160 entidades (aproximadamente 237.336 artigos).

A recolha de dados foi realizada na plataforma Priberam e a organização das histórias noticiosas em clusters é realizada em dois passos: Um primeiro agrupamento é feito pelo algoritmo da plataforma, que devolve um ‘TOP 50’ com os clusters mais publicados. Num segundo momento, foi realizado um reagrupamento desse ‘TOP 50’ com recurso a técnicas de análise de conteúdo que aplicam uma análise ‘fina’ aos dados, resultando no quadro final de clusters apresentado neste relatório.

Poderá consultar a secção de metodologia para mais detalhes sobre como o barómetro é construído.

Licença de utilização

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.


[1] CMTV, Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso, Jornal de Notícias, Jornal SOL, Multinews, Notícias ao Minuto, NOVO, Observador, Público, Rádio Renascença, RTP, TSF, TVI24, Visão.